• IBIRITE - (31) 3533-1577 | (31) 3533-1921

  • SARZEDO - (31) 3577-7457

Whatsapp Ibirité
(31) 98803-3810

Whatsapp Sarzedo
(31) 98803-3939

Blog

Mantenha-se atualizado

21/12/2018
Documentação ortodôntica — por que é importante?

Documentação ortodôntica — por que é importante?

Como paciente, talvez você nunca tenha ouvido falar em documentação ortodôntica, mas essa expressão é bastante importante. Sempre que você fizer um procedimento, é necessário ter os exames anteriores para garantir que sua saúde bucal e geral está bem.

Por isso, esses documentos servem muito mais para o dentista do que para você. De qualquer forma, isso interfere no resultado e tem relação direta com o sucesso do tratamento.

Para entender melhor o que é e para que serve essa documentação, neste post apresentaremos os principais detalhes e o que você deve fazer para reunir os seus exames. Vamos lá?

 

O que é a documentação ortodôntica?

De modo simples, os documentos ortodônticos consistem na reunião de exames que indicam o estado geral do paciente. A partir deles, o profissional tem uma visão mais completa e detalhada.

A versão mais simples dessa documentação é composta por modelos de estudo, cefalometria (diagnóstico que dimensiona as estruturas do crânio e da face) e radiografias (entre elas a panorâmica, algumas periapicais e telerradiografia). No entanto, os exames podem ser complementados com o carpal (idade óssea), além de dados e fotos obtidos em CD ou pendrive.

 

Para que serve a documentação ortodôntica?

A análise proporcionada pelos exames em conjunto com a consulta presencial permite ter uma visão mais ampla do paciente. Com isso, o dentista consegue identificar situações e problemas ocultos, como agenesia dental (ausência de um ou mais dentes), tumores ósseos e dentes supranumerários (quando há um dente a mais).

Mais além, o dentista identifica se o paciente já chegou ao consultório com essas alterações ou se elas foram desenvolvidas mais recentemente. Com isso, fica mais fácil definir o tratamento adequado e iniciar o procedimento de maneira adequada.

Caso você ignore esses documentos, algum tratamento necessário pode ser interrompido ou nem iniciado. Outros prejuízos derivados da falta de informações sobre a arcada dentária são:

  • diagnóstico errôneo;
  • falta de clareza da situação óssea;
  • dificuldade de extensão do prazo, planejamento e potencial interrupção.

Como fazer a documentação ortodôntica?

Basta marcar a sua consulta em seu dentista de confiança e pedir para fazer o processo. Serão tiradas várias imagens intra e extraorais, além de radiografias e de um modelo em gesso.

O procedimento é rápido e é importante estar sem qualquer acessório de metal. Caso contrário, precisará tirar antes de fazer as imagens. As ações são tranquilas, mas podem causar algum desconforto, como no molde, que faz algumas pessoas terem náusea.

O valor varia conforme a clínica. Vale a pena pensar no custo-benefício e considerar um profissional de sua confiança. Em muitos casos, os documentos já estão agregados no plano de saúde odontológico.

Assim, a documentação ortodôntica é essencial para garantir procedimentos adequados e que visam somente a um sorriso mais bonito. Com esses exames, você evita problemas e garante que terá o melhor resultado possível, seja em um implante, seja na colocação de um aparelho dentário.

O que achou de saber mais sobre a documentação ortodôntica? Se tiver alguma dúvida, deixe seu comentário!



Assine nossa
newsletter



Assign a menu in the Right Menu options.
Agência Digital em BH Marketing Digital BH Agência de Marketing