• IBIRITE - (31) 3533-1577 | (31) 3533-1921

  • SARZEDO - (31) 3577-7457

Whatsapp Ibirité
(31) 98803-3810

Whatsapp Sarzedo
(31) 98803-3939

Blog

Mantenha-se atualizado

10/08/2018
Odontologia para bebês: 5 dicas que você precisa saber

Odontologia para bebês: 5 dicas que você precisa saber

Odontologia para bebês – A chegada de um filho é sempre um momento de felicidade, não é mesmo? Mas quando o assunto é odontologia para bebês, a conversa fica mais complicada. Écomum as mães questionarem e perguntarem o que fazer em cada situação — afinal, tudo é novo nessa etapa da vida.

Assim como é preciso visitar regularmente o médico, é necessário adotar a mesma precaução com o dentista. É dessa maneira que você assegura uma boa saúde bucal para o seu filho desde o início, evitando cáries e infecções.

Porém, o que mais é preciso realizar? É o que mostraremos neste post. Aqui, você verá 5 dicas importantes sobre os cuidados odontológicos com os bebês e sugestões relevantes sobre o assunto.

Então, que tal seguirmos direto para as recomendações? Confira!

1. Cuide da higiene oral antes dos dentes aparecerem

Muitos pais acreditam que é preciso cuidar da saúde bucal dos pequenos apenas depois que os primeiros dentes nascem. O ideal é perguntar ao dentista pediátrico qual é a melhor alternativa, já que muitos sugerem o uso de panos, fraldas, gaze ou dedeira de silicone para limpar a gengiva.

De toda foram, assim que os primeiros dentes apontarem, comece a escovação com um material apropriado e creme dental para crianças. Nesse período, marque uma visita ao dentista para verificar se está tudo bem, se existe alguma ocorrência de cáries e identificar de que maneira é possível fazer a higienização da boca.

2. Incentive a alimentação saudável desde cedo

Nos primeiros meses de vida, o bebê deve se alimentar exclusivamente de leite materno. Porém, depois desse período é preciso introduzir papinhas, frutas, verduras e legumes — e é aí que surge a maior possibilidade de cáries e infecções bucais.

O ideal é estimular a alimentação saudável desde cedo. É claro que o bebê vai comer doces com o passar do tempo. No entanto, o ideal é esperar o máximo possível.

Além disso, o açúcar deve ser evitado. Os alimentos sempre devem ser fornecidos em sua forma natural. Essa recomendação é importante porque até os 2 anos, a criança ainda está formando seu paladar.

Por isso, se ela ingerir alimentos com açúcar nessa primeira fase da vida, terá mais chances de ter hábitos ruins e desenvolver cárie na dentição decídua, ou seja, a de leite.

3. Use um creme dental sem flúor

As crianças costumam engolir parte do creme dental pelo menos até os 4 ou 5 anos. Por isso, o ideal é usar uma pasta sem flúor para evitar as manchas brancas no esmalte do dente, a chamada fluorose. Essa doença também pode levar à má formação dentária.

Além disso, o creme dental sem flúor não trará prejuízos. Essa substância é encontrada na água, nos alimentos e até em medicamentos que consumimos. O dentista também pode aplicá-la, se achar necessário.

4. Execute um ritual de odontologia para bebês antes de dormir

A última escovação do dia é a mais importante, porque a musculatura facial relaxa durante o sono e o fluxo de saliva é menor. Essa condição gera um ambiente favorável para a ação dos ácidos bacterianos na superfície dentária.

Nesse contexto, a higiene bucal antes de dormir protege os dentes do seu filho. O uso de fio dental e escova com creme dental apropriado diminui o potencial de danos por bactérias devido ao período prolongado de sono.

Para incentivar esse hábito, dê uma escova de presente para a criança brincar. Apenas tenha cuidado com sua higienização para proteger o bebê.

Escovar os dentes enquanto a criança ainda está sentada é outra alternativa. O objetivo é mostrar que o processo de higiene deve ser feito a cada refeição até que se torne um hábito.

5. Faça uma visita ao dentista sempre que um acidente acontecer

É comum que as crianças caiam e/ou batam a boca em diversos objetos. Isso pode gerar vários traumas dentários, que podem ser de categoria leve, moderada ou severa. Em qualquer dos casos, o ideal é levar o bebê ao odontopediatra para saber como está a região atingida.

Se houver necrose, dor ou avulsão dental (dente que foi totalmente deslocado de sua cavidade), o profissional pode considerar diferentes tratamentos para evitar complicações ao dente atual e ao sucessor.

Assim, fica evidente que a odontologia para bebês inspira muitos cuidados. É preciso que os pais estejam atentos e incentivem a higiene oral desde o começo. Porém, o resultado é bastante positivo quando você segue essas 5 dicas que apresentamos.

Agora que você já conhece essas recomendações, que tal saber mais sobre os cuidados com os dentes em bebês? É só ler sobre irrupção dentária e saber mais sobre o assunto.



Assine nossa
newsletter



Assign a menu in the Right Menu options.
Agência Digital em BH Marketing Digital BH Agência de Marketing