• IBIRITE - (31) 3533-1577 | (31) 3533-1921

  • SARZEDO - (31) 3577-7457

Whatsapp Ibirité
(31) 98803-3810

Whatsapp Sarzedo
(31) 98803-3939

Blog

Mantenha-se atualizado

06/02/2019
Tratamento ortodôntico: quais são os riscos de abandonar?

Tratamento ortodôntico: quais são os riscos de abandonar?

Você faz um tratamento ortodôntico e pensa em ignorar aquela consulta marcada no dentista. Parece que está tudo bem, certo? Afinal, o tempo é curto e o dinheiro, em alguns casos, também. Porém, essa decisão é bastante prejudicial — e é importante repensá-la.

Os riscos de abandonar o tratamento, mesmo que continue tendo cuidados em casa, são significativos. Com o tempo, isso afeta seu sorriso e faz com que a intervenção realizada perca, pelo menos, parte de seus efeitos positivos.

Para confirmar as informações, criamos este post com os principais riscos de abandonar o tratamento e as consequências que terá de enfrentar. Então, que tal conferir os problemas? Veja, a partir de agora!

Acúmulo de cáries, placa bacteriana e gengivite

Os dentes encavalados, também chamados de apinhados, e tortos fazem com que haja acúmulo de resíduos. Mais que um aspecto estético, essa disposição dentária prejudica a higienização e acarreta problemas de saúde bucal.

Retorno dos dentes à posição original

O tratamento ortodôntico é embasado em um planejamento prévio feito pelo dentista, que inclui correções e ajustes. O processo costuma ser lento e, em alguns casos, demora mais tempo que o previsto.

Ao abandonar o processo, o paciente está sujeito a problemas na arcada dentária, inclusive com o retorno dos dentes à sua posição original. Em âmbito mais amplo, pode haver comprometimento dos ossos que suportam os dentes e até da gengiva.

Aumento do tempo do tratamento ortodôntico

Abandonou os procedimentos recomendados pelo dentista? Má notícia! Se reiniciar, precisará passar por mais etapas, que levam a um tempo prolongado. Isso acontece porque o aparelho sem monitoramento movimenta os dentes para posições inadequadas — e isso pode até piorar o problema. Em alguns casos, há reabsorção de raízes e perdas ósseas.

Se ficar muito tempo sem ir ao dentista, também pode ser necessário refazer a documentação ortodôntica. Essa exigência costuma ser solicitada para identificar a posição dos dentes e condição de ossos e gengivas.

Possibilidade de perda de ossos e reabsorção de raízes

A movimentação inadequada dos dentes, derivada do aparelho sem monitoramento ou danificado, gera essas consequências. É importante mencionar a reabsorção radicular costuma ocorrer no tratamento, mas, quando excessiva, compromete a longevidade dos dentes.

No entanto, outros problemas surgem pelo caminho, como existência de cáries e acúmulo de resíduos por conta das bactérias e restos de alimentos.

Escurecimento dos dentes

O aparelho que fica sem manutenção permanece por um tempo maior colado, o que tende a causar o escurecimento dos dentes devido ao consumo de alimentos com pigmentação, como refrigerantes de cola, ketchup, vinhos, entre outros.

Todos esses riscos são eliminados quando você continua a fazer o tratamento ortodôntico de maneira adequada. Perceba que essa é a melhor opção, porque, dessa forma, evita o surgimento de problemas sérios à sua arcada dentária.
Além disso, lembre-se de seguir alguns cuidados que evitam a interrupção temporária do tratamento, como:

  • evite comer alimentos muito duros;
  • tenha precaução com a higiene bucal;
  • use os elásticos de maneira correta;
  • compareça a todas as consultas ao dentista.

Seguindo essas dicas, seu tratamento ortodôntico valerá muito a pena, tanto pela questão estética quanto pela qualidade de vida. Ao final, o resultado compensará e você terá certeza de que fez a escolha correta.
Agora que você sabe a importância de continuar o tratamento ortodôntico, aproveite e veja 7 dúvidas do aparelho para crianças.



Assine nossa
newsletter



Assign a menu in the Right Menu options.
Agência Digital em BH Marketing Digital BH Agência de Marketing